segunda-feira, 26 de agosto de 2013

BOA TARDE!

Oração do Professor

 

  Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,Dai-me esta graça que vem do amor.
Mas, antes do ensinar, Senhor, Dai-me o dom de aprender. 
Aprender a ensinar Aprender o amor de ensinar. 
Que o meu ensinar seja simples, humano e alegre, como o amor. 
De aprender sempre.
Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.
Que meus conhecimentos não produzam orgulho, Mas cresçam e se abasteçam da humildade.
Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas, Mas animem as faces de quem procura a luz.
Que a minha voz nunca assuste,Mas seja a pregação da esperança.
Que eu aprenda que quem não me entende Precisa ainda mais de mim,E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.
Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender, Para que eu possa trazer o novo, a esperança, E não ser um perpetuador das desilusões.
Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender.
 Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

DIA DO FOLCLORE

Os professores do turno matutino comemoraram o dia do folclore com muitas atividades.





























VISITA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

A escola recebeu a visita da Professora Socorro Ferreira, do Curso Ressignificação dos Saberes e Fazeres em Língua Portuguesa e Matemática do Instituto Kennedy - Natal /RN










RN.

BOA TARDE


 MENSAGEM PARA REFLETIR!
        
                                     http://1.bp.blogspot.com/-sGLEQ8cckPg/T4ck4QLj5wI/AAAAAAAAAtY/Bh5qa7K23ek/s1600/downloadg.jpg


 Em um largo rio, de difícil travessia, havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para o outro.  Em uma das viagens, iam um advogado  e uma  professora. Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro:
— Companheiro, você entende de leis?
— Não!- respondeu o barqueiro. E o advogado compadecido:
— É pena, você perdeu metade da vida.
A professora muito social, entra na conversa:
— Seu barqueiro, você sabe ler e escrever?
—Também não, respondeu o barqueiro.
— Que pena! Condói-se a mestra .
—Você perdeu metade de sua vida! 
Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco.  O barqueiro preocupado, pergunta: 
—Vocês sabem nadar?
— NÃO! Responderam eles rapidamente.
— Então é uma pena- Conclui o barqueiro.
—Vocês perderam toda a vida.

Não há saber maior ou saber menor.
    Há saberes diferentes.
(Paulo Freire)

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

BOA TARDE!

Para refletir!

http://4.bp.blogspot.com/-UrtLtqkCHu4/T5ioWWL3WsI/AAAAAAAAA6Q/or9dCg9uU8Q/s1600/5.jpg

Tempo para os filhos

Um menino, com voz tímida e os olhos cheios de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho:
- Papai! Quanto o Sr. Ganha por hora?
O pai, num gesto severo, respondeu: - Escuta aqui meu filho, isto nem a sua mãe sabe! Não amole, estou cansado!
Mas o filho insiste: - Mas papai, por favor, diga quanto o Sr. ganha por hora?
A reação do pai foi menos severa e respondeu: - Três reais por hora
- Então, papai, o Sr. poderia me emprestar um real? O pai, cheio de ira e tratando o filho com brutalidade, respondeu:
- Então era essa a razão de querer saber quanto eu ganho? Vá dormir e não me amole mais, menino aproveitador! Já era tarde quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado. Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo. Querendo descarregar sua consciência doida, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou:
- Filho, está dormindo? - Não papai! (respondeu o sonolento garoto)
- Olha aqui está o dinheiro que me pediu, um real. - Muito obrigado, papai! (disse o filho, levantando-se e retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a cama). Agora já completei, Papai! Tenho três reais. Poderia me vender uma hora de seu tempo?
 
"Será que estamos dedicando tempo suficiente aos nosso filhos?"

AULA DE LEITURA

A professora Vânia do 2º ano, desenvolveu  juntamente com seus alunos  uma atividade diversificada de leitura e escrita com material concreto. A aula aconteceu na sala de leitura e teve como objetivo trabalhar a escrita e a oralidade através da formação de palavras.










OFICINA DE LEITURA

















terça-feira, 20 de agosto de 2013

BOA TARDE

  PARA REFLETIR!
 
 
 
http://3.bp.blogspot.com/-FtmUGIFtK3I/T-MMneqEWcI/AAAAAAAABpo/uddnZtsgpPA/s1600/KIM+ANDERSON+%2896%29.jpg
 
 
 
 
ADOTE UM ADULTO!

Adote um adulto e ensine a ele coisas que ele já esqueceu.
Você pode adotar seu pai, mãe, tio, um amigo virtual,
marido, namorado ...
O importante é encontrar alguém que precise ser adotado,
precise voltar a ser criança.
 
COMO ESCOLHER?
 
Humm!!! é fácil reconhecer os adultos
que mais precisam ser adotados:
eles costumam ser:
ranzinzas,
mal-humorados e
cheios de coisas para fazer.
São sérios demais, vivem reclamando do que fazem,
não gostam de barulho, de música ou de coisas inesperadas.
Odeiam surpresas e geralmente não gostam de
comer doces ou andar descalços.
Aposto que conhecemos muitos assim ...... ;o) !!!
 
O QUE FAZER?
 
Depois que tiver escolhido, chegue perto,
de mansinho e, com muita paciência,
vá ensinando a ele como ser criança outra vez.
Faça um lindo desenho e dê a ele de presente.
Ensine-o a fazer as nuvens crescerem (na imaginação),
aprender a gostar de carinho
(comece com 1, 2, 3 beijinhos, beijo é bom !!),
a acreditar em anjos, dragões
(conte-lhes uma história aonde ele será o herói,
e matará o dragão feroz que existe dentro dele),
a chupar pedrinha de gelo, 
a olhar o céu, só por um momento ...
O importante, será não desistir ...
e lembre-se, o que é fácil para nós,
pode ser difícil para eles.
    Muitos esqueceram a criança que existe dentro de cada um...

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

                          
                                          Recados para Facebook

ALUNOS PREPARAM-SE PARA CONFERÊNCIA

Os alunos da escola desenvolve atividades com cartazes, maquetes, vídeos, entre outros, para a Conferência Nacional do Meio Ambiente.